Uma história de família

O Monte do Olival conta uma história de amor. Uma mão cheia de natureza e de memórias que têm passado de geração em geração. Na família desde o século XIX, era neste monte que a jovem Maria Antónia passava as suas férias com Édola e Ricardo, os avós maternos. A sua ligação ao Monte do Olival foi construída ao longo da infância e das muitas brincadeiras no seio de uma natureza sem fronteiras. Hoje, é neste mesmo monte que Maria Antónia, já avó, ao lado do seu companheiro de toda a vida, estende e passa os mesmos ensinamentos, dedicação e amor aos seus cinco netos.

É neste mesmo Monte do Olival que as cinco crianças passam hoje as suas férias, e é aqui que aprendem a tratar das plantas, a dar de comer às burras; é aqui que hoje ouvem as histórias que o avô lhes conta, como Maria Antónia também escutava dos seus avós. 

Palco de partilha, de amor e de histórias que têm passado de geração em geração, o Monte do Olival é o concretizar de um sonho. O sonho desta educadora de infância, que desde sempre sonhava aqui construir a sua casa e receber a família mas também outras famílias que queiram testemunhar a beleza do campo e conhecer as suas histórias. O companheiro, agricultor, apaixonado pelo campo e pelos animais, nutre como ela o mesmo amor pela natureza e é um importante suporte emocional para que tudo seja possível. Homem de poucas palavras, com um coração enorme, vê no monte a fonte de amor e da relação com os filhos e  netos e todas as famílias, que recebe sempre com os braços abertos.